Ø  A NATUREZA DA PUBLICAÇÃO

A Eduel tem como foco a publicação de livros de caráter técnico-científico inéditos ou de traduções destinados ao público acadêmico e aos pesquisadores em geral. A partir do ano de 2009, a Eduel abriu espaço para a publicação de literatura infantojuvenil, e tem como objetivo publicar material com conteúdo educativo e pedagógico, voltado ao desenvolvimento integral do indivíduo.

A Eduel só publica textos inéditos. Portanto, não serão aceitos artigos que já tenham sido publicados em anais de evento ou em periódicos.

A Eduel não publica dissertações ou teses em sua formatação original. Para que o conteúdo dessas pesquisas possa ser publicado, ele deve ser reconfigurado para se adequar ao gênero livro.

A obra deverá ter, no mínimo, cinquenta páginas, já editadas, para ser considerada um livro

Aviso importante: o autor da Eduel não receberá dinheiro pela publicação. Será reservada ao autor uma porcentagem de 10% sobre a tiragem da impressão de livros relativa a seus direitos autorais.

 

Ø  O CONSELHO EDITORIAL

Os livros publicados pela Eduel são submetidos à aprovação do CONSELHO EDITORIAL. Esse Conselho é formado por nove membros, indicados pelos Conselhos de Centro de Estudos da UEL, e é presidido pelo(a) Diretor(a) da Editora. A atribuição do Conselho é definir e implementar a política editorial; decidir pela publicação ou não dos originais que são apresentados pelos autores; estabelecer os critérios de excelência e os padrões de qualidade da publicação. A decisão do Conselho Editorial é final e soberana. A resposta, positiva ou negativa, sobre a proposta apresentada será encaminhada ao autor de maneira objetiva, preservando sempre o sigilo de seus consultores.

 

Ø  NORMAS GERAIS

  • No caso de Teses ou Dissertações, deve ser considerado, durante sua elaboração, que o trabalho proposto pelo autor almeje a condição de livro. A linguagem, portanto, deve ser mais fluída e palatável, para atender a caracterização do gênero livro, sem, contudo, perder a cientificidade do texto. Por isso, ELIMINE notas em excesso, numeração progressiva desnecessária, listas de tabelas, de quadros, de imagens etc. Retire também os longos agradecimentos a órgãos financiadores ou a bancas de defesa. Deve-se tomar cuidado, também, para que não sejam mencionados termos como ‘esta tese’ ou ‘esta dissertação’, já que se trata de uma proposta para livro.
  • Excluir as informações sobre os autores e outras de cunho acadêmico (como, “Este foi um artigo apresentado no evento...” ou “Capítulo baseado na dissertação de mestrado...”).
  • A apresentação deve possuir formato simples e discreto. Não devem ser utilizados caracteres "fantasia" ou elementos decorativos desnecessários.
  • A obra deve estar completa. Todo o texto que a compõe, capítulos e/ou artigos, deve estar presente no original. Se houver inclusão de CDs, imagens ou tabelas, essas devem ser inseridas na obra que será apreciada pelo Conselho.
  • Após a aprovação da obra, a Eduel não aceitará a inclusão de novos textos ou imagens, a não ser que seja solicitado pela própria editora. A única exceção que se faz é para o Prefácio e/ou Posfácio, se houver interesse do autor.
  • O autor deve mencionar todas as fontes de citações e imagens, além de ter autorização legal de uso para toda a ilustração utilizada, respeitando a norma de referências da ABNT (autor/data no corpo do texto).
  • No caso de coletâneas ou dicionários, é recomendável que o organizador elabore uma apresentação e/ou introdução consistente em que justifique os propósitos da publicação.
  • Para textos já publicados em outros meios, como revistas, por exemplo, será necessária a apresentação de autorização para a sua reprodução no livro pretendido, com o devido crédito.
  • A Eduel será responsável por todo o trabalho editorial, desde a definição do tamanho e formato do livro (se em um ou mais volumes), revisão, até a programação visual e a editoração do livro.
  • A Editora reserva-se o direito de RECUSAR propostas de capa ou de projeto gráfico do miolo do livro.
  • O título não deve ser longo, já que se trata de um livro e não de uma tese ou dissertação.
  • O sumário deve ser resumido e simples. Não serão aceitos sumários com subseções extensas.
  • A obra deve ter uma hierarquia de informação baseada no sistema numérico para as seções. Quando a obra chegar na Editoração, esta hierarquia numérica será substituída por estratégias visuais, como uso do negrito, itálico, versaletes ou uso de uma tipografia diferente do restante do texto.
  • Informações sobre autores (no caso de coletâneas) deverão constar no final da obra.
  • Não serão aceitos arquivos em pdf.
  • As imagens devem estar em formatos próprios de imagem, como jpeg, gif, png, tiff etc., devem necessariamente apresentar legenda e fonte. Não serão aceitas imagens salvas em programas como Word, Excell, Powerpoint ou qualquer outro. Todas as imagens estarão sujeitas à avaliação da equipe de Editoração.

 

Ø  TRADUÇÕES

·     Se julgar necessário, a editora retornará o original ao autor para que seja feita uma avaliação técnica realizada por especialista nas línguas envolvidas na tradução, ficando a Eduel isenta dos custos desse trabalho.

·         O texto traduzido deve ser integral, mantendo-se a estrutura do texto original.

·         O tradutor deverá enviar, juntamente com o texto, uma carta, justificando a necessidade daquela publicação.

·         Caberá ao autor obter autorização expressa da editora e do autor da obra de origem. Estes documentos devem ser entregues no momento da entrega do texto da publicação à Eduel.

·         Caberá ao autor obter a cessão de direitos da editora original à Eduel. Este documento deve ser entregue no momento da entrega do texto da publicação à Eduel.

 

 

Ø  NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE ORIGINAIS

Antes de enviar seu material à Eduel, siga as seguintes
especificações técnicas. As propostas que estiverem fora das normas não serão aceitas.

Devem ser encaminhados à Editora:
— uma (1) cópia impressa do trabalho, na qual conste toda a autoria (autor(es)/organizador(es) na primeira página; se coletânea, autoria em cada capítulo);
— um (1) CD-ROM contendo duas (2) cópias em formatos .doc ou .docx (Word), sendo: uma (1) cópia igual à cópia impressa e uma (1) cópia sem qualquer autoria (buscando imparcialidade na avaliação dos originais, esta é a versão que será enviada aos pareceristas); e
— duas (2) cópias do Protocolo de Entrega do Livro devidamente preenchidas, sendo uma impressa e assinada pelo(s) autor(es)/organizador(es) e outra em formato pdf, gravada no mesmo CD que contém o trabalho. A proposta será submetida à avaliação textual, para, posteriormente, dependendo do resultado da primeira avaliação, ser encaminhada a Assessores Científicos Externos. Mesmo com parecer favorável à publicação, isso não significa que a obra será publicada pela Eduel. A última avaliação será realizada pelo Conselho Editorial, a partir das indicações dos avaliadores externos, o qual decidirá pela publicação ou não do original. 

Como já se mencionou anteriormente, teses e dissertações podem ser publicadas desde que sua natureza e sua forma sejam alteradas para configuração de livro. O fato de a tese ou a dissertação já ter sido aprovada por uma banca examinadora, no ato da sua defesa, não significa que ela esteja adequada à publicação. O autor deve adequar o original de sua obra às especificações listadas abaixo, válidas também a TODAS as propostas de publicação.

 

Ø  SUBMISSÃO DOS ORIGINAIS

É necessário seguir rigorosamente os critérios apontados pela editora para a submissão dos originais.

 

1. REVISÃO LINGUÍSTICA. Seu livro precisa estar adequado às normas linguísticas. A revisão textual é de responsabilidade do autor.

2. DIREITOS AUTORAIS. Os direitos são reservados à Eduel pelo período de 10 (dez) anos.

1.1. Imagens. Caberá exclusivamente ao autor providenciar as autorizações para a utilização de imagens.

1.2. Traduções. Quando o livro for uma tradução de uma obra já publicada, o autor deverá apresentar as autorizações da editora e do autor do texto original. A Eduel reserva-se ao direito de submeter o texto a um Revisor Técnico. Os custos dessa revisão serão de responsabilidade do próprio autor.

3. COMITÊ DE ÉTICA. Se seu livro envolver questões de ordem ética, caberá ao autor providenciar o Parecer de Aprovação do Comitê de Ética da UEL, disponível no sítio do Comitê de Ética da UEL <http://www.uel.br/comites/cepesh/>.

4. ATENDIMENTOS AOS PRAZOS. O autor que tiver seu livro aprovado pelo Comitê Editorial da Eduel deverá atender aos prazos estipulados para fazer as eventuais alterações em seu texto. Caso esses prazos não sejam cumpridos, o autor deve estar ciente de que outro livro entrará na linha de prioridade da editora.

 

ATENÇÃO: APÓS A ENTREGA DO ORIGINAL À EDUEL, NÃO SERÁ MAIS POSSÍVEL FAZER QUALQUER FORMA DE ACRÉSCIMO OU SUPRESSÃO NO TEXTO.

 

 

Ø  ETAPAS DE ANÁLISES DOS ORIGINAIS PROPOSTOS

 

a) Avaliação textual: Análise pertinente aos aspectos discursivos e normativos, em que a editora se reserva ao direito de retornar o original ao autor caso haja a necessidade prévia de uma revisão.

b) Pareceres: Avaliação de, no mínimo dois Assessores Científicos Externos, pertencentes à área de interesse e de competência reconhecida no meio acadêmico-científico. Esse procedimento avaliativo é realizado por meio da plataforma eletrônica Open Monograph Press (OMP).

c) Reunião Editorial: Análise do Conselho Editorial, fundamentado nas indicações dos Assessores Externos, para avaliar a pertinência ou não da publicação da obra com base no tema, estrutura, conteúdo, possível público-alvo, mercado e atendimento à linha editorial da Eduel.

d) Retorno ao autor: Após as avaliações, caso tenha sido aceito para publicação, o autor fará os eventuais ajustes indicados pelos Assessores Externos. Os ajustes deverão ser feitos em vermelho. Deverá ser entregue uma cópia impressa (colorida), juntamente com o CD, contendo o arquivo digitalizado.

 

Ø  ETAPAS DE EDIÇÃO DO ORIGINAL

a) Revisão: o texto passará por uma verificação das normas linguísticas. Nesta fase, o texto ainda poderá retornar ao autor para dirimir eventuais dúvidas discursivas. Após este retorno, o arquivo será enviado à editoração e NÃO mais será possível modificá-lo.

b) Editoração: o autor terá contato com o responsável pela editoração, oportunidade em que discutirá propostas de capas e de projeto editorial. Quanto à capa, o trabalho se realizará da seguinte forma: i) entrevista com o autor (briefing); ii) desenvolvimento de até três projetos conceituais e suas variações estético-compositivas; iii) diálogo com o autor para revisão dos projetos; iv) realização das alterações necessárias e fechamento da proposta final. Após a editoração do miolo do livro, o autor receberá uma cópia impressa para revisar aspectos referentes à editoração do livro.

c) Prova da Gráfica: apesar de o autor ter a oportunidade de revisar a prova da gráfica, é preciso respeitar que essa NÃO pode mais sofrer alterações estético-conceituais. A única modificação possível nesta etapa será quando houver falhas nos aspectos técnicos da edição.

 

PREPARAÇÃO DO TEXTO ORIGINAL

 

1             FORMATAÇÃO

 

Arquivos digitalizados em Word, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 cm entrelinhas e parágrafos (exceto citações e notas de rodapé), com margens justificadas, inclusive nas referências. As páginas devem ser configuradas no formato A4, com 3 cm nas margens superior e esquerda e 2 cm nas margens inferior e direita, e todas numeradas.

NÃO inserir espaço entre os parágrafos.

Citações diretas, com recuo, deverão ser digitadas em fonte tamanho 11 e espaçamento simples.

Notas de rodapé deverão ser digitadas em fonte tamanho 10 e espaçamento simples.

 

 

2             Indicação de TÍTULO E SUBTÍTULO

 

O título deve ser separado do texto que o sucede por um espaço de entrelinha 1,5 cm, e subtítulos devem ser separados do texto que os precede e do que os sucede por um espaço de entrelinha 1,5 cm. Capítulos iniciam em nova página.

 

1 TÍTULO NÍVEL 1 DESENVOLVIMENTO (CAIXA ALTA EM NEGRITO)

 

1.1 Título Nível 2 (Fonte em Versalete, Primeiras Letras em Maiúsculo, em Negrito)

 

1.1.1 Título Nível 3 (Primeiras Letras em Maiúsculo, em negrito)

 

1.1.1.1 Título nível 4 (Somente a primeira letra da primeira palavra em maiúsculo, em negrito)

 

1.1.1.1.1 Título nível 5 (Todo em itálico - Somente a primeira letra da primeira palavra em maiúsculo)

 

 

3             Sumário

 

Listar somente a primeira Sessão (NÍVEL 1), não indicar itens e subitens.

Se for coletânea, indicar apenas os nomes dos capítulos e os autores.


 

4             NOTAS DE RODAPÉ

 

As notas devem ser reduzidas ao mínimo e apresentadas no pé da página, com fonte tamanho 10, espaçamento entrelinhas simples e parágrafo justificado.

 


5             CITAÇÕES

 

5.1 Nas citações feitas no corpo do texto

 

·       Até três linhas: manter no corpo do texto entre aspas duplas (fonte 12, espaçamento 1,5 cm).
Mais de três linhas: deve ser indicada sem aspas, com fonte 11, espaçamento simples e recuo esquerdo de 4 cm.

·       NÃO UTILIZAR as indicações: idem/id., ibidem/ibid., op.cit.

·   Não colocar as referências dos trechos citados no rodapé. Todos os autores citados ao longo do texto, e somente os citados, deverão OBRIGATORIAMENTE ser indicados na lista das referências finais.

·      O autor deve ser citado entre parênteses pelo sobrenome, em maiúsculas, separado por vírgula da data de publicação e página (SILVA, 2000, p. 12).

·        Se o nome do autor estiver citado no texto, indica-se apenas a data, entre parênteses: “Silva (2000) assinala...”.

·        Nas citações diretas, é necessária a especificação da(s) página(s), que deverá(ão) seguir a data, separada por vírgula e precedida de “p.” (SILVA, 2000, p. 100). NÃO UTILIZAR DOIS PONTOS PARA INDICAR A PÁGINA.

·       Citações indiretas (paráfrases): quando escrito com suas próprias palavras (sem copiar integralmente trechos do texto original), não indicar número da página, somente autor e data (SILVA, 2000).

·      As citações de diversas obras de um mesmo autor, com mesmo ano de publicação, devem ser discriminadas por letras minúsculas após a data, sem espacejamento (SILVA, 2000a).

·    Quando a obra tiver até três autores, todos devem ser indicados. Se estiver dentro dos parênteses, devem ser separados por ponto e vírgula: (SILVA; MARTINS; SANTOS, 2000); e se estiver no texto: “Silva, Martins e Santos (2000) afirmam...”.

·        Quando houver mais de três autores, indica-se o primeiro, seguido da expressão et al. (SILVA et al., 2000) ou Silva et al. (2000). NÃO USAR ITÁLICO PARA 'ET AL.'.

·       Quando houver a recorrência de dois autores diferentes com o mesmo sobrenome e o mesmo ano, indicar a letra inicial do nome (SILVA, M., 2010) (SILVA, J., 2010). Se mesmo assim persistir a semelhança, colocar o prenome dos autores por extenso (SILVA, Marcos, 2010) ou Marcos Silva (2010), (SILVA, Mateus, 2010) ou Mateus Silva (2010).

·      Quando transcritos trechos ou conceitos de um autor, citado por um segundo autor, utiliza-se a expressão apud (COUTINHO apud FREITAS, 2010, p. 10). NÃO USAR ITÁLICO PARA 'APUD'.

·       Quando houver grifos (itálico, negrito) na citação: se forem do original, manter sem nenhuma indicação; se forem destaques seus, indicar (sem grifos no original).

·         Supressões são indicadas entre colchetes: [...].

·    Quando houver interferências nas citações, ou seja, acréscimos seus, colocar entre colchetes: a poesia experimental ao longo do século XX e nos primeiros anos do século atual [de 2001 a 2007, principalmente] mostrou-se arrojada e criativa” (FERNANDES, 2014, p. 7).

·       Palavras em língua estrangeira sempre deverão estar em itálico quando no corpo do texto. Se forem citações diretas (entre aspas ou com recuo), não colocar em itálico.

·       Caso opte pelo uso de siglas, colocá-las após a primeira ocorrência do nome escrito por extenso.

·       Caso não conste data na obra, indicar [s.d.].

·       Caso não conste data no documento eletrônico, utilizar na citação a data de acesso (ano) ao documento.

·       Em referências de internet, indicar link direto da página, e não o link da página inicial, colocando a data de acesso (dia, mês e ano).

                


5.2 Citações traduzidas

 

·       Apresentar o trecho original no corpo do texto e a tradução em nota de rodapé, com a indicação (Tradução nossa) se for tradução feita pelo autor do texto.

 

6             FIGURAS, TABELAS, QUADROS

 

Títulos de ilustrações (desenho, esquemas, fluxogramas, fotografias, mapas, organogramas, plantas, quadros, tabelas etc.) devem constar na parte superior, seguido de seu número de ordem em algarismo arábico, dois pontos e o respectivo título em tamanho 12, com a fonte abaixo da ilustração, em tamanho 11.

 

Figura 1: Esquema demonstrativo da baixa produtividade como agente e resultado da erosão

 

 Imagem

 

Observação:

·         Tabela distingue-se de quadro por se tratar de dados numéricos.

·         Caso a ilustração seja de autoria própria, indicar: Fonte: Elaborado(a) pelo(a) autor(a).

 

7             REFERÊNCIAS

 

7.1 Indicar elementos obrigatórios:

 

Livro:

 

AUTOR. Título da obra (em itálico): subtítulo (sem itálico). Tradutor. Edição. Cidade: Editora, ano de publicação.

 

Ex.: SCHAMA, Simon. O desconforto da riqueza: a cultura holandesa na época do ouro. Tradução de Hildegard Feist. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

 

       ·     Se um mesmo autor tiver mais de uma obra citada, repetir o sobrenome e o nome; NÃO COLOCAR traço. Ordenar as obras por ordem cronológica da mais antiga para a mais recente.

      ·    Edições são indicadas somente a partir da segunda (2.  ed.). Caso seja uma tradução, indicar o tradutor. Usar: Tradução de [nome do(s) tradutores por  extenso].

       ·        Quando houver indicação de volumes, colocá-lo após o ano de publicação: número do volume = v. 1; quantidade de volumes = 2v.

       ·        Quando não houver a cidade de publicação, colocar [s.l.].

       ·        Quando não houver a editora, colocar [s.n.]

 

Ex.: SILVA, T. T. da. O currículo como fetiche. 3. ed. [s.l.]: Autêntica, 2001.

 

SILVA, T. T. da. O currículo como fetiche. 3. ed. Belo Horizonte: [s.n], 2001.

 

RÜSEN, J. Razão Histórica. Teoria da História: fundamentos da Ciência Histórica. Tradução de Estevan de Rezende Martins. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

 

MICELI, P. O mito do herói nacional. São Paulo: Contexto, 1988. v. 2. [Indica que é o volume 2 dessa obra].

 

MICELI, P. O mito do herói nacional. São Paulo: Contexto, 1988. 2v. [Indica que essa obra tem 2 volumes].

 

 

Artigo EM LIVRO

 

AUTOR. Título do artigo. In: (sem itálico) AUTOR. Título da obra (em itálico): subtítulo (sem itálico). Cidade: Editora, ano de publicação. página inicial-página final.

 

Ex.: SCOTT, J. História das Mulheres. In: BURKE, P. (Org.). A Escrita da História: novas perspectivas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Unesp, 1992. p. 63-96.

 

ARTIGO EM PERIÓDICO

 

AUTOR. Título do artigo. Nome do periódico (em itálico), Cidade: Editora e/ou instituição (se houver indicação), volume, número, página inicial-página final, mês (abreviado) ano.

 

Ex.: ZAMBONI, E. Representações e linguagens no ensino de História. Revista Brasileira de História, São Paulo: ANPUH/Humanitas, v. 18, n. 36, p. 13-21, jun. 1998.

 

MONOGRAFIAS, TESES, DISSERTAÇÕES

 

AUTOR. Título da obra (em itálico): subtítulo (sem itálico). Ano de defesa. Número de folhas. Indicar natureza da pesquisa (Tese, Dissertação, Monografia), seguida do nome do Programa (Doutorado em..., Mestrado em..., Especialização em...) – Instituição, Cidade, ano de defesa.

 

Ex.: D'ANDREA, Anna Cláudia Eutrópio Batista. Movimentos e articulações: uma análise das iniciativas de formação de educadores em sexualidade na Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte (1989-2009). 2014. 198f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014.

 

7.2 Elementos complementares

 

·         Quando houver organizador, editor, coordenador, indicar na frente do nome os termos (Org.), (Ed.) e (Coord.), respectivamente (não colocar “s”, ex.: Orgs.).

 

Ex.: SCOTT, J. História das Mulheres. In: BURKE, P. (Org.). A Escrita da História: novas perspectivas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Unesp, 1992.

 

·         Padronizar nomes de autores em toda a obra e/ou artigos do livro.

 

Ex.: SCOTT, J. (abreviado) ou SCOTT, Joan. (por extenso)

 

OUTROS EXEMPLOS:

 

Anais:
LOPES, M; CARVALHO, R. C. M. Formação do Professor de Inglês: educação infantil e ensino fundamental (1ª a 4ª séries). In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS – CLAFPL, 1., 2007, Florianópolis. Anais... Florianópolis: Escola do Futuro, 2007, p. 103-127.

 

Leis:

BRASIL. Decreto n.º 981, de 8 de novembro de 1890. Aprova o regulamento da instrução primária e secundária do Distrito Federal. Diário Oficial da União, Palácio do Governo Provisório, 08 nov. 1890. Disponível em: <http://legis.senado.leg.br/legislacao/ListaPublicacoes.action?id=65346&tipoDocumento=DEC&tipoTexto=PUB>. Acesso em: 28 jul. 2013.

 

            Internet:

SOBRENOME, Nome. Título (em itálico). data (ano e/ou mês e/ou dia). Disponível em: <http:/www.editora.com.br>. Acesso em: 23 maio 2010.

 

Ex.:

Apenas o ano.

CALDAS, J. O fim da economia: o começo de tudo. 2006. Disponível em: <http:/www.caldasecon.com.br>. Acesso em: 23 abr. 2010.


Mês e ano.

RIVAS, C. Entenda Entenda a diferença entre adoção, apadrinhamento e acolhimento. jun. 2007. Disponível em: <https://jus.com.br/artigos/58464/entenda-a-diferenca-entre-adocao-apadrinhamento-e-acolhimento>. Acesso em: 26 jul. 2010.


Data completa (dia, mês e ano)

ORIKASA, M. de. Convivendo com o Parkinson. 11 jul. 2012. Disponível em: <http://www.folhadelondrina.com.br/cidades/convivendo-com-o-parkinson-810255.html>. Acesso em: 02 abr. 2016.

           

8             APÊNDICE E ANEXO

 

Caso haja apêndices e/ou anexos, indicar após as referências finais

Indicar apêndices quando for elaborado pelo próprio autor do livro.

Indicar anexo quando forem dados retirados de outro autor (não pode ser alterado).



[1] A Eduel não se compromete a devolver os originais não aprovados.

 
                             Protocolo de Entrega do Manuscrito